Tamanho Fonte:

 
Untitled Document
 
   

SOBRE O GOLFE

 

ONDE JOGAR

 

_ História do Golfe no Mundo

_ Campos de Golfe no Brasil

_ História do Golfe no Brasil

_ Hotéis e Resorts

_ O Campo de Golfe

_ Condomínios Residenciais com Golfe

_ Notícias

_ Campos Mais Bonitos do Brasil

_ Regras Internacionais de Golfe

_ Campos Mais Bonitos do Mundo

_ Regras do Estatuto de Amador

_ Calendários de Eventos

_ Etiqueta

_ Associações e Clubes

_ Equipamentos

_ Glossário do Golfe

DIVERSOS

_ Ranking de Jogadores

_ Dicas Amadores

_ Lojas e Serviços Especializados

_ Dicas Profissionais

_ Carrinhos de Golfe

_ Minigolfe

_ Biografia de Tiger Woods

_ Impacto Econômico

_ Sistemas de Drenagem e Irrigação

_ Perfil do Jogador

_ Publicidade

_ Curiosidades

GOLFISTAS TAMBÉM GOSTAM DE                                                        

O CAMPO DE GOLFE

A construção de um campo de golfe começa pela escolha do local, analisando fatores como proximidade dos centros urbanos, beleza natural, custo de aquisição da propriedade, permissões ambientais, recursos hídricos disponíveis, características do solo e do relevo.

A proximidade dos centros urbanos, apesar de encarecer aquisição da propriedade, barateará a manutenção e atrairá mais jogadores ao campo, resultando num maior faturamento de Green Fee. Outra vantagem dessa proximidade, é a possibilidade de ter uma maior rentabilidade sobre o investimento, seja ele um condomínio residencial, um resort ou apenas um clube de golfe, devido tanto ao maior número de interessados no projeto, quanto ao maior valor agregado pela proximidade de área urbana.

A beleza natural é mais um fator que encarece a propriedade, porém atrai mais clientes e valoriza o projeto. Um campo com vista privilegiada, seja para o oceano, para montanhas ou para uma vegetação nativa, possui um grande diferencial. A presença de lagos também embeleza o campo e aumenta a dificuldade do jogo; a presença de árvores ou mata alta ao seu redor impede que o vento desvie o curso da bola e que atinjam locais de risco próximos ao campo.

O solo ideal para o campo de golfe deve ser um pouco arenoso, o que facilita a drenagem da água da chuva ou da irrigação. Apesar de parecer um detalhe, gramados sem drenagem eficiente restringem a presença dos jogadores ou das máquinas de manutenção do gramado por vários dias. Vários campos nos Estados Unidos e em outros países são construídos em regiões desérticas, pois o aprimoramento de tecnologias, tanto de correção de solo, como de irrigação e de desenvolvimento de gramas específicas, viabilizou a construção de campos de golfe em quase todas as regiões.

O relevo ideal para um campo de golfe deve possuir leves ondulações. Um terreno plano pode deixar o jogo com poucos desafios e até monótono (afinal um campo de 18 buracos tem aproximadamente seis quilômetros de extensão e, uma partida dura em média quatro horas e meia). Por outro lado, um terreno com relevo íngreme necessitará de um custoso serviço de terraplanagem, já que campos de golfe demandam grandes áreas.

A presença de recursos hídricos abundantes, como rios ou lagos, é indispensável devido a necessidade de irrigação da grama. Um campo de golfe de 18 buracos necessita em média de 1,5 a 2 milhões de litros de água por dia. A informatização dos sistemas de irrigação reduz sensivelmente a necessidade de água, apesar de aumentar o custo inicial desse sistema.

Um campo de golfe oficial tem nove ou dezoito buracos, ou seja, nove ou dezoito Fairways (corredor do campo de golfe entre o Tee e o Green, entre o local da primeira tacada e o buraco). Cada Fairway tem de 25 a 30 metros de largura e 300 a 500 metros de comprimento. O comprimento dos Fairways define o número do “par” do campo. O “par” é o número de tacadas necessárias para colocar a bola no buraco. Um Fairway tem par de três a cinco, ou seja, são necessários de três a cinco tacadas para colocar a bola no buraco. Levando em conta esses números, mais os espaços necessários de segurança e os espaços entre os Fairways, um campo de golfe com nove buracos necessita de uma área aproximada de 25 a 30 hectares e, o de 18 buracos, de 40 a 50 hectares. Campos não oficiais, em condomínios residenciais ou resorts, por exemplo, podem ser menores, com três ou seis buracos (o ideal é ser múltiplo de três, para o jogador fazer 18 buracos, dando voltas completas pelo campo).




A grama deve-se adequar tanto ao tipo de solo, de clima e de disponibilidade de água, como à finalidade do campo. Há campos com prioridades diferentes: alguns, como resorts, a beleza é essencial; em outros o importante pode ser o custo inicial e o custo de manutenção; o uso profissional ou amador; o uso intenso, inclusive com veículos elétricos, ou o uso esporádico. Atualmente há gramas para atender os mais diversos requisitos. Apenas a empresa Itograss possui cem variedades de vinte espécies de gramas, espalhada por diversas fazendas pelo Brasil.

O custo da implantação de um campo de golfe pode sair de US 150.000 a US 2.5 milhões de dólares (ou mais), sem contar o custo de aquisição da propriedade. Esse valor variará em função da terraplanagem necessária, do paisagismo (que pode incluir a construção de lagos, bosques, jardins), da grama escolhida, do sistema de irrigação, dos equipamentos de manutenção, da infraestrutura (Club House, Driving Range, Putting Green, Chipping Green), etc.

Atualmente há uma busca por campos de golfe “de grife”, ou seja, projetados por arquitetos reconhecidos mundialmente, com a intenção não apenas de criar um bom campo, mas especialmente de agregar valor ao investimento. Abaixo alguns dos mais conhecidos campos de golfe brasileiros e seus respectivos designers:

Terravista Golf Course: Dan Blankenship (Trancoso-BA)
Costa do Sauípe Golf Links: Brian Costello (Costa do Sauípa-BA)
Iberostar Praia do Forte Golf Club: Pete Dye (Praia do Forte-BA)
Comandatuba Ocean Course: Dan Blankenship (Ilha de Comandatuba-BA)
Fazenda da Grama: Brian Costello (Vinhedo-SP)
Quinta da Baroneza:Dan Blankenship (Bragança Paulista-SP)
Fazenda Boa Vista: Randall Thompson e Arnold Palmer Design Co. (Porto Feliz –SP)
Clube de Golfe Aquiraz Rivera: Donald Steel (Aquariz-CE)